Campeonato Nacional Cadetes Equipas

Escrito por João Gonçalves. Posted in Uncategorised

O CLUB de VIL AREAL participou em mais um Campeonato Nacional, com duas equipas, Cadetes Femininos e Cadetes Masculinos.

Os objetivos para a prova eram a rodagem dos atletas, uma vez que os grupos onde estavam inseridas as equipas do CLUB eram fortes.

Nos Cadetes Masculinos Rui Borges foi o elemento que esteve dentro do nível que dele é esperado, um atleta que está na sua primeira epoca, este foi o seu primeiro nacional, já David Teixeira e Francisco Taveira (3º do ranking nacional) estiveram muito abaixo da sua capacidade. Esta equipa não conseguiu a passagem à fase final da prova.

Nas Cadetes Femininas, a equipa composta por Sara Rocha (4ª do ranking nacional), Tánia Ferreira e Cátia Batista (atleta ainda infantil), tentou fazer o seu melhor pois como foi referido o objetivo era aumentar o numero de horas de jogo das atletas.

Num grupo forte, de onde viria a sair a equipa que se sagrou campeã nacional, a equipa vilarealense nunca se apresentou como não favorita. Depois de vencer o primeiro jogo, na segunda partida teria de defrontar a equipa que viria a ser a Campeã Nacional. Num jogo que de iniciou suscitou pouco interesse no pavilhão pois a equipa adversária era super favorita, acabou por concentrar todos os espectadores e agentes desportivos pois o CLUB de VILA REAL protagonisou a surpresa da prova, bateu o adeversário por uns categóricos 3-1. Sara Rocha venceu o primeiro confronto, tânia Batistas não conseguiu a vitória, mas esteve bem, com o resultado em 1-1, Cátia Batista voltou a colocar o CLUB na frente ao bater a adeversária por 3-0.

Com o resultado em 2-1 para o CLUB de VILA REAL, Sara Rocha voltou a entrar no jogo para fechar com chave de outro a partida, batendo a adversária por 3-1, obtendo a vitória para o CLUB de VILA REAL.

Uma vitória surpresa mas merecida pois as atletas do CLUB, como equipaforam superiores às advesárias, merito também para o Treinador, Oleksandr Stanko pela estratégia de jogo, uma vez que a combinação de partidas foi favorável para o CLUB.

Depois desta vitória as ostes vilarealenses acreditaram na passagem à fase final, estavam em primeiro lugar do grupo, mas uma derrota na terceira partida colocou novamente as aspirações vilarealenses ao nível dos objetivos. Na derradeira partida, que em caso de vitória colocava as vilarealenses do CLUB no primeiro lugar do grupo, em caso de derrota não seriam apuradas para o mapa final.

O cansaço dos partidas do dia anterior veio a mostrar-se fatal, acabando o CLUB por não conseguir a vitória ficando em terceiro do grupo, sem acesso ao mapa final.

Não há vitórias morais, mas é nota de realce o fato da equipa do CLUB (Sara Rocha, Tânia Ferreira e Cátia Batista) ter sido a única durante todo o Campeonato Nacional a derrotar a equipa que viria a ser Campeã.